OS MELHORES RESTAURANTES DO PELOURINHO

A despeito do meu biótipo e do sotaque disfarçado pelos anos de vida cigana sou nordestino, baiano e soteropolitano de nascimento e coração.

Sempre que vou a Salvador faço questão de visitar o Pelourinho.

Tenho uma afinidade natural pelo mix de história e entretenimento que o bairro apresenta, seja através do seu conjunto arquitetônico ou pelas galerias de arte, lojas e restaurantes.

Sim, restaurantes! O ingrediente perfeito para as viagens de um Gourmand.

Depois de viver tempos obscuros, o Pelô dá sinais de recuperação através da reforma de parte do seu casario, praças, além da retomada de parte da sua programação cultural.

Abaixo revelo os restôs preferidos pelo meu paladar neste que, para mim, é um dos bairros mais bonitos das Américas:

Sorriso da Dadá:

A casa, capitaneada pela quituteira mais famosa da Bahia, fica localizada em um charmoso sobrado.Comece com a casquinha de siri, passe para os mini acarajés com delicioso vatapá. Respire fundo e siga para a moqueca de camarão que é um must. Guarde espaço para o “negão da Dadá”. Espécie de torta búlgara servida com creme de leite.

*Visitado em Novembro de 2017.

Sorriso da Dadá
Casquinha de Siri da Dadá – Foto: Divulgação

Restaurante Villa Bahia:

Localizado aos pés da Igreja de São Francisco, um dos principais pontos turísticos do Pelourinho, esse restaurante está instalado num casarão do século XVII que abriga um charmoso e bem decorado hotel boutique. O cardápio é bem construído e possui opções internacionais, vegetarianas e regionais. Não deixe de experimentar os bolinhos de feijão verde, com carne seca e abóbora. Como principal, aposte sem medo no camarão grelhado servido com arroz negro dentro de um palmito pupunha. A experiência fica completa com a cheesecake de banana.

*Visitado em Dezembro de 2017.

Chef Guto Lago
O Chef Guto Lago comanda com maestria a cozinha do Restaurante Villa Bahia     Foto: divulgação

Maria Mata Mouro:

O nome da casa tem como inspiração o romance  “Tu Não Te Moves de Ti”, de Hilda Hilst, em que a personagem Mata Mouro sentia imenso prazer em comer. Localizado em um casarão também próximo à Igreja de São Francisco, o restaurante tem área externa com mesas que é um primor. O camarão imperial e o badejo ao molho de gengibre são pratos bem finalizados, leves e refrescantes. O sorvete de coco é o gran finale.

*Visitado em Janeiro de 2017.

Badejo Maria Mara Mouro
Badejo ao Molho de Gengibre – Foto: divulgação

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s